Presos acusados de matar turista em Ubatuba

O agrônomo Wanderlei Lima Guidi, de 40 anos, foi assassinado quando passava o feriado em Ubatuba, no Litoral Norte Paulista. O crime aconteceu na madrugada de domingo, em um prédio do bairro Itaguá. Natural de Taubaté, o turista estava em um apartamento da família com duas mulheres desconhecidas dos parentes. Ele teria saído para buscar cerveja e ao voltar foi surpreendido por três assaltantes, dentro do apartamento.Os ladrões o esfaquearam e jogaram o corpo dele pela janela, do quarto andar. O corpo caiu no jardim do prédio e algumas testemunhas chamaram a polícia. Os três homens fugiram com um computador portátil da vítima e outros pertences. As duas mulheres, Ingrid Sebastião, de 26 anos, e a menor K.S., de 16 anos, foram detidas em flagrante e confessaram que facilitaram a entrada dos homens para o assalto.Depois de investigações e denúncias, a Polícia Civil de prendeu nesta segunda os três acusados, que estavam com os pertences da vítima. O agrônomo foi enterrado à tarde em Taubaté, a 128 quilômetros de São Paulo.AposentadoEm São Luiz do Paraitinga, pequena cidade localizada na Serra do Mar, no caminho para Ubatuba, um outro latrocínio foi registrado na noite de domingo. O aposentado Luiz Bento, de 78 anos, foi morto com pauladas durante um assalto, em sua própria casa.O aposentado estava na residência, no bairro do Turvo, quando os ladrões invadiram o local e anunciaram o assalto. Ele tentou reagir, mas acabou agredido até a morte. Os ladrões conseguiram fugir sem deixar pistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.