Presos acusados de tentar resgatar colegas em cadeia de SP

Seis homens foram detidos em Itapira, três deles presidiários de regime semi-aberto, acusados de tentativa de resgate de outros presos na cadeia da cidade. Segundo a polícia, os três presidiários haviam sido liberados para passar a Páscoa com a família. Os suspeitos ocupavam três carros furtados, apreendidos pelos policiais junto com 12 celulares e três aparelhos de localização por satélite. A tentativa de resgate ocorreu no final da tarde de segunda.Um quarto carro com uma mulher, onde estariam as armas que seriam usadas no resgate, foi perseguido pela polícia, que não conseguiu interceptá-lo. Os acusados foram identificados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública como Álvaro Santana da Silva, de 30 anos, Ricardo de Oliveira Santos, de 32, André Ferreira Borges, de 26, Sérgio dos Santos Gonçalves de Abreu, de 26, Luiz Carlos dos Santos, de 23, e Júlio César dos Santos, de 29.Luiz Carlos e André cumpriam pena em regime semi-aberto em Bauru e Ricardo, em Campinas. Os seis foram detidos porque estavam rondando a cadeia, conforme a polícia. Nesta terça, permaneciam em Itapira e não havia previsão de transferência. Os acusados ocupavam um Escort, uma Cherokee e um Celta. A mulher que conseguiu fugir estava em um Peugeot.A polícia informou desconhecer o alvo do resgate. Segundo um policial, a cadeia de Itapira tem capacidade para 32 presos, mas abrigava 80. A cadeia foi interditada em 2001 pela Justiça, por falta de segurança. Apenas um carcereiro é responsável pelos presos a cada turno, que dura 24 horas. "Não pode sentir fome nem vontade de ir ao banheiro", ironizou outro policial.A Secretaria de Segurança Pública informou, por meio da assessoria de imprensa, que a cadeia abrigava ontem 79 detentos e tem capacidade para 48. Alegou que o prédio foi reformado e que solicitou à Justiça a desinterdição, mas o pedido ainda está sendo analisado.A Secretaria informou ainda que os presos são transferidos à medida em que são disponibilizadas vagas no sistema penitenciário. Quatro condenados que estão em Itapira, segundo a Secretaria, devem ser transferidos para presídios até a próxima semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.