Presos cavam túnel para fugir de penitenciária em Getulina

Funcionários da vigilância descobriram na noite de sábado um túnel de oito metros de comprimento e que chegava a uma das muralhas da Penitenciária Osiris Souza e Silva, em Getulina, a 470 quilômetros de São Paulo. Depois de ouvirem barulho vindo do pavilhão 4, os guardas do presídio fizeram uma vistoria e encontraram a escavação. Segundo funcionários, com mais um dia de trabalho a passagem já atingiria a parte externa. A penitenciária tem capacidade para 792 presos e, segundo informação oficial, abrigava 1337. A descoberta do plano de fuga provocou a transferência dos detentos do pavilhão 4 para outras partes do prédio até que o buraco seja tapado e os pisos recuperados. A Secretaria de Administração Penitenciária deverá abrir sindicância para a apuração de responsabilidades e a possibilidade de envolvimento de funcionários.

Agencia Estado,

04 Fevereiro 2007 | 21h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.