Presos continuam rebelados em MG

Um juiz e uma promotora estão participando das negociações com os presos rebelados na penitenciária Francisco Floriano de Paulo, em Nova Floresta, em Minas Gerais. As negociações começaram esta manhã com a chegada do juiz da Vara de Execução Penal, Nilson de Pádua, e da promotora Flávia Cunha de Lima. Eles visitaram o pavilhão e se reuniram com o diretor do presídio e o comandante da Polícia Militar.Os 90 presos estão rebelados desde ontem à tarde e querem as revisões dos processos e a transferência de 10 deles para a penitenciária de Belo Horizonte. Mais de 80 policiais estão fazendo a segurança na área interna da penitenciária. Três agentes penitenciários continuam mantidos como reféns.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.