Presos diagnosticados com tuberculose são transferidos no Paraná

Detentos deixaram a delegacia de Sarandi e foram encaminhados para o Complexo Médico Penal

estadão.com.br,

11 Fevereiro 2012 | 14h10

SÃO PAULO - Dez presos diagnosticados com tuberculose na delegacia de Sarandi foram transferidos para o Complexo Médico Penal (CMP) da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, em Curitiba, no Paraná. A transferência foi pedida pela vara criminal do município.

Os três primeiros detentos chegaram no CMP no dia 20 de janeiro. Outros sete vieram na terça-feira, 7. A medida é para conter a doença na delegacia, consequência da superlotação.

Além desses presos, outros 25 apenados da delegacia vão para o CMP na próxima terça-feira, 14. A autorização para essa transferência foi expedida na tarde desta sexta-feira, 10, pela juíza corregedora de presídios de Curitiba, Ana Paula Becker.

Maria Tereza lembra que, desde o começo desta gestão, já foi reduzido de 16 para 12 mil o número de presos em delegacias de polícia do Paraná. Até o fim deste ano, outros 4 mil devem ser absorvidos pela secretaria.

Mais conteúdo sobre:
presostuberculoseSarandiParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.