Presos do caso Dorothy terão Páscoa em casa

Presos do caso Dorothy terão Páscoa em casa

Os três condenados pela morte da missionária Dorothy Stang, em fevereiro de 2005, vão poder passar a Páscoa com a família. O pistoleiro Rayfran das Neves, seu comparsa Clodoaldo Batista e o capataz Amair Feijoli foram beneficiados com a saída temporária concedida ontem a 500 presos no sistema prisional do Pará. Eles têm de retornar para a prisão na segunda-feira.

, O Estado de S.Paulo

30 de março de 2010 | 00h00

Militantes do MST em Pernambuco se preparam para "radicalizar" no "abril vermelho", cujo início está marcado para dia 17. "Vamos romper cercas, ocupar propriedades e montar acampamentos na área rural e fazer caminhadas e ocupar prédios públicos nas áreas urbanas", antecipou o líder Jaime Amorim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.