Presos do mensalão e denúncias sobre o cartel de trens em SP são os destaques da semana

A semana também foi marcada pelo leilão dos aeroportos de Confins e do Galeão, apoio do PSD à reeleição de Dilma e libertação de ativista brasileira na Rússia

O Estado de S. Paulo

22 de novembro de 2013 | 15h45

Ana Paula Maciel ficou dois meses detida na Rússia após participar de protesto contra a exploração do Ártico. (Foto: Alexander Demianchuk/Reuters)

As prisões do caso do mensalão continuam dominando o noticiário. Após a transferência para o regime semiaberto, o ex-presidente do PT, José Genoino, poderá se tratar em casa. A polícia da Itália revelou que o ex-diretor do BB, Henrique Pizzolato, chegou ao país pelas fronteiras terrestres. E a Câmara dos Deputados adiou a votação para cassação dos deputados condenados do mensalão.

Veja essas e outras notícias da semana:

1) José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoino vão para o regime semiaberto. STF libera o ex-presidente do PT para se tratar em casa ou no hospital.Câmara dos Deputados adiou a votação para cassação dos deputados condenados do mensalão.

2) Polícia da Itália confirma entrada do ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, no país.

3) Ex-diretor da Siemens envolve políticos do PSDB e do DEM com cartel dos trens.

4) Segundo o IBOPE, Dilma venceria todos os pré-candidatos no primeiro turno. PSD declara apoio à reeleição da presidente.

5) Aeroportos do Galeão e de Confins são leiloados e governo arrecada mais de R$ 20 bilhões

6) Jovem morre após ser atropelada e arrastada por 200 metros na zona norte de SP. Motorista se entregou à Polícia.

7) Ativista brasileira deixa a prisão na Rússia após pagamento de fiança.

8) Polícia francesa prende suspeito de ataque a jornal e banco em Paris.

9) Uruguai é o último país a se classificar para a Copa do Mundo de 2014. Veja quais países irão participar do mundial do Brasil.

10) Atlético-PR e Flamengo empatam na primeira partida da final da Copa do Brasil. Ponte Preta ganhou do São Paulo por 3 a 1 na semifinal da Copa Sul-Americana.

Ponte Preta abriu importante vantagem no jogo de ida do duelo que vale vaga na decisão da Copa Sul-Americana. (Foto: Sebastião Moreira/EFE)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.