Presos dois acusados de matar secretário

A polícia prendeu às 6 horas de ontem Rafael Pereira Araújo e Erisson Gomes Silva, ambos de 20 anos. Eles são acusados de matar com um tiro no peito durante um assalto o secretário adjunto de Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia, César Pizzano. Com Araújo foi encontrada uma pistola 6.35 com uma cápsula deflagrada, a mesma de onde partiu o projétil que matou Pizzano. Na delegacia, os dois contaram que Pizzano atirou na perna de Silva e Araújo revidou, atingindo o secretário no peito. O governo de Rondônia decretou luto oficial por três dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.