Presos em Campos (RJ) PM e guarda municipal acusados de assassinato

Foram detidos na sexta-feira durante cumprimento de mandado de prisão preventiva, busca e apreensão expedido pela 1ª Vara Criminal, o sargento PM Rosivaldo Ferreira de Souza e o guarda municipal Elias Manhães de Faria, acusados do assassinato de Uéden Pereira Viana. O crime ocorreu no dia 29 de junho de 2002 na Estrada do Algodoeiro, no bairro de Boa Vista, em Campos de Goytacazes, a 278 quilômetros do Rio. Nos imóveis onde os acusados foram detidos, agentes do Grupo de Apoio aos Promotores (GAP) de Campos e policiais militares do 8º Batalhão apreenderam munição, uma máquina de recarga de cartuchos, algemas e roupas camufladas, além de dois revólveres calibre 38, oito espingardas - calibres 12, 20, 24 e 36 - e uma pistola calibre 380.Empresária assassinadaNa noite de sexta-feira, também no Rio, ocupando uma picape Ford EcoSport vermelha, a empresária Angélica Gonçalves, de 28 anos, foi morta durante tentativa de assalto. Por volta das 20 hora, a caminho de Nova Iguaçu, Região Metropolitana do Rio, a empresária foi abordada por bandidos que ocupavam um Astra cinza, na Rua Álvaro de Macedo, no bairro de Parada de Lucas, zona Norte da capital fluminense.Segundo informações que policiais militares conseguiram com testemunhas, Angélica teria se recusado a parar a picape e por isso os assaltantes atiraram. Baleada, a empresária perdeu o controle do carro e bateu a picape contra um Fiat Siena, já na Avenida Brasil. Os criminosos fugiram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.