Presos em greve de fome tumultuam delegacia no Rio

Os 157 presos ligados à facção criminosa Comando Vermelho (CV) se rebelaram nesta terça-feira na 52ª Delegacia Policial, em Nova Iguaçu, baixada fluminense. Eles colocaram fogo em colchões e provocaram tumulto nas celas. Segundo a polícia, os presos, que estão em greve de fome desde segunda-feira, reivindicam a presença de médicos e delegados nas celas, mas a hipótese de tentativa de fuga não é descartada. Seis detentos passaram mal e foram atendidos no local.Os outros 141 presos, que seriam do Terceiro Comando, não se envolveram no motim, segundo informou o chefe do Setor de Investigações, o inspetor José Luiz de Oliveira. O Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar o fogo e a Defesa Civil fez o atendimento dos detentos que se sentiram mal ?por causa da fome?, de acordo com o inspetor. ?Eles queriam provocar tumulto, mas nos antecipamos e controlamos a situação.?A delegacia abriga 298 presos, divididos em 20 celas: 10 para cada uma das duas facções criminosa. O inspetor Oliveira acredita que a capacidade ideal seria de 230 presos, mas informou que a unidade já recebeu 400 ?sem problemas?. Até a tarde, os presos não tinham comido o frango empanado servido no almoço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.