Presos estão rebelados desde a manhã de segunda-feira na BA

Unidade comporta 340 presos e tem 620; fornecimento de água, comida e luz é interrompido

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo,

14 Outubro 2008 | 13h29

Presos do Conjunto Penal de Feira de Santana, a 110 km de Salvador, estão rebelados desde a manhã de segunda-feira, 13. Todos os 620 presos estão no motim, segundo informações da Superintendência de Assuntos Penais da Bahia.   De acordo com o órgão, os detentos, apesar de se negarem a voltar a suas celas, não promovem violência dentro do presídio. Eles pedem agilidade no julgamento de ações, por causa da superlotação na unidade, que comporta 340 presos.   No momento, o superintendente, Francisco Leite, está reunido com o diretor da unidade, Edmundo Dumet, analisando a situação. Na manhã desta terça-feira, 14, foi interrompido o fornecimento de água, comida e energia elétrica na unidade.

Mais conteúdo sobre:
rebelião Salvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.