Presos estão rebelados no CPD de Osasco

Os 900 presos do Centro de Detenção Provisória 1 de Osasco, município da Grande São Paulo, estão rebelados desde as 9h30 da manhã de hoje. Segundo as primeiras informações do Centro de Operações da Polícia Militar, dez funcionários são mantidos reféns. Dois presos teriam sido baleados. Os detentos atearam fogo em colchões. Policiais do Batalhão de Choque cercam o CDP e o Grupo de Ações Táticas e Especiais (Gate) foi acionado para negociar o fim da rebelião.Segundo a Globo News, a rebelião teria começado depois que a polícia descobriu dois carros suspeitos, uma Blazer verde e um Corsa, rondando a área do CDP. Os guardas das muralhas perceberam a movimentação estranha, que poderia fazer parte de um plano de resgate, e acionaram a PM. Assim que o reforço policial chegou, os carros fugiram e a rebelião teve início.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.