Presos fazem motim em cadeia em Mirassol

Presos da Cadeia Pública de Mirassol, 453 quilômetros a noroeste de São Paulo, se rebelaram e mantiveram cerca de 30 pessoas reféns na manhã deste sábado, 21. O motim teve início por volta das 11 horas, quando duas mulheres de presos que entravam para visitar os maridos foram detidas com 500 gramas de maconha escondida em sabonete e em uma marmita.Em seguida, 20 dos 72 detentos impediram que cerca de 30 visitantes deixassem um dos dois pavilhões da cadeia e começaram a queimar colchões, alegando que o motim era por melhorias no atendimento médico e odontológico.A Polícia Militar foi chamada e, depois de duas horas de negociações, os presos encerraram o movimento e liberaram as visitas e a entrada da PM para vistoriar o presídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.