Presos fogem da Penitenciária da Frei Caneca, no Rio

Cinco presos fugiram do Complexo Penitenciário da Frei Caneca, no centro, na manhã de hoje. Eles tiveram ajuda de traficantes do morro do Zinco, vizinho ao presídio, que atiraram contra o policial militar que estava na guarita. Alertados pelo barulho do tiroteio, os agentes penitenciários conseguiram evitar que outros dois detentos também conseguissem escapar. Os fugitivos correram em direção à favela.De acordo com agentes que trabalham no complexo, a fuga pode ter sido facilitada pela falta de estrutura do sistema de segurança do Frei Caneca. Eles denunciaram que na Casa de Custódia Milton Dias Moreira, de onde saíram seis dos setespresos, nenhuma das celas têm cadeado. As portas ficam abertas e os detentos circulam livremente pelas galerias.O Frei Caneca está sendo desativado aos poucos e deverá ser demolido quando estiver vazio. A prefeitura tem um projeto de reurbanização para a área. Uma mulher ficou ferida após o ataque dos traficantes. Eliana Medeiros, de 50 anos, foi atingida na boca, mas a bala não ficou alojada. Ela foi levada por um taxista para o Hospital Souza Aguiar e está internada no setor de emergência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.