Presos fogem de cadeia irregular no interior de São Paulo

Doze presos fugiram no domingo da cadeia de Rio Claro, no interior paulista, que funciona irregularmente. O local chegou a ser desativado em fevereiro deste ano, mas abrigava, antes da fuga, 48 detentos e dois menores. As duas celas da cadeia tem capacidade para 12 pessoas. A fuga dos 12 homens ocorreu após eles serraram a grade de uma das celas e fugiram pelos fundos da cadeia. O único carcereiro que fazia o plantão percebeu a fuga quando todas já haviam escapado. Até hoje, nenhum tinha sido recapturado.O delegado Mário Francischini informou que entre os 48 detentos há presos provisórios e condenados. ?Eles ocupam duas celas improvisadas, que não existem formalmente?, disse. Segundo ele, em abril houve a fuga de um preso, recapturado pela polícia. Francischini explicou que está aguardando definição da Secretaria Estadual de Segurança Pública sobre o destino da cadeia e dos presos. A cadeia de Limeira enfrenta o mesmo problema da de Rio Claro. Foi desativada há três anos, mas continua em operação, com 37 presos. A assessoria da secretaria informou que os presos de Rio Claro ainda não foram transferidos por ?questões burocráticas?. A assessoria informou que desconhece o problema de Limeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.