AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Presos ladrões da casa do irmão de Abílio Diniz

A polícia prendeu nesta terça-feira Juarez Rodrigues e Amadeu Geraldo de Souza, integrantes de uma quadrilha que assalta prédios de luxo e residências nos Jardins e bairros da zona sul da capital.Eles são acusados do roubo de US$ 1 milhão em jóias da casa do empresário Alcides Diniz, irmão de Abílio Diniz, proprietário do Grupo Pão de Açúcar, em 15 de abril, na Avenida Gabriel Monteiro da Silva, no Jardim Paulistano.A polícia indiciou o comerciante de jóias Gil Humberto Baptista, de 47 anos, apontado pelos assaltantes como comprador das peças roubadas de Diniz.Português de Lisboa, Baptista é acusado pela polícia de ser um dos principais receptadores de jóias roubadas da cidade. Ele já respondeu a 8 processos e a 12 inquéritos, pelo mesmo crime.Na empresa de Baptista, a Multimil Comércio de Metais, na Rua São Bento, 365, no centro, os policiais apreenderam 1,7 quilo de ouro, relógios, correntes, brilhantes, US$ 90 mil e um relógio de Diniz avaliado em US$ 2 mil.Os ladrões são suspeitos de terem praticado 20 assaltos a prédios de apartamentos de luxo e residências nos Jardins Europa, Paulista, América e Itaim-Bibi.O grupo vendeu as jóias a Baptista por R$ 100 mil. Um anel de brilhantes roubado foi avaliado em mais de R$ 500 mil. Há no material apreendido pela polícia até um relógio Piaget de ouro, de fabricação restrita. No mundo existem sete iguais.O delegado Nicola Romanini, do 37.º Distrito Policial, do Rio Bonito, zona oeste, é o responsável pelas investigações. Para ele, um ex-motorista do empresário está envolvido no roubo.

Agencia Estado,

27 de junho de 2001 | 20h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.