Presos mais 2 suspeitos de atentado a Fórum

Depois de dois meses de investigação, a Polícia Civil de Santos conseguiu prender, na madrugada de hoje, em uma residência no Morro do Bufo, no Jabaquara, mais dois suspeitos de participar do atentado ao Fórum de São Vicente, no dia 19 de fevereiro, quando um advogado foi morto e um agente de segurança ficou gravemente ferido. Uma megaoperação foi preparada pela Divisão Anti-Seqüestro de Santos, que contou com a ajuda de 30 agentes do 5º Distrito Policial e de policiais do Deic de São Paulo, para prender Sérgio Luiz Fidelis e Marcelo Calixto Costa, que já vinham sendo seguidos de perto pela Polícia da Baixada Santista. Junto com os dois acusados, foram encontrados celulares, espingardas e pistolas, além de um revólver que teria sido utilizado no atentado de fevereiro, o primeiro de uma série de crimes praticados contra o Poder Judiciário. Na semana seguinte, o Fórum do distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá, foi igualmente atingido por uma rajada de metralhadora. Por sorte, não houve feridos.Alguns dias após o crime, atribuído ao Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que teria deixado uma faixa no local, assumindo a autoria do atentado, Luciano Costa Santos, o Nego Lu, foi preso, acusado de envolvimento no caso. De acordo com informações da Delegacia Regional de Polícia (Deinter-6), os dois homens presos já possuem antecedentes criminais, pesando ainda sobre os dois a acusação de participar do assalto à Secretaria de Saúde de Santos, no último dia 30 de abril, quando quatro pessoas ficaram feridas. Até o final da tarde, a Polícia ainda estava tomando o depoimento dos dois acusados, que deverão ser transferidos hoje para uma das cadeias da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.