Presos mais dois suspeitos do atentando em São Vicente

Mais dois homens foram detidos pela Polícia Civil sob suspeita de envolvimento no atentado ao Fórum de São Vicente, quando um advogado foi morto e um segurança ficou ferido, depois que quatro marginais entraram atirando no prédio, na última terça-feira. Além do proprietário do Kadett Ipanema, Willian Ribeiro Monteiro, de 24 anos, que teve sua prisão temporária decretada pela Justiça, Jean Carlos de Almeida, de 23 anos e F., de 17 anos, foram acusados do roubo da motocicleta utilizada no crime, a Honda Falcon. Ela foi encontrada pela polícia a duas quadras do fórum, junto com uma mensagem deixada pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), que assumiu a autoria do atentado. Depois de receber uma denúncia anônima, os investigadores do 3º Distrito Policial de Santos chegaram aos dois rapazes, que estavam ocupando há apenas seis dias um apartamento alugado em um conjunto residencial no bairro Aparecida, onde a moto foi roubada na manhã de terça-feira.Na blitz feita no apartamento, os policiais encontraram um revólver calibre 32 com cinco balas, dois telefones celulares, um tablete de maconha e papelotes de cocaína. A suspeita da polícia é de que o local seria transformado em ponto de encontro da quadrilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.