Presos mais seis ligados a Dudu; Rocinha está calma

No quarto dia de cerco ao complexo de favelas do Alemão, na zona norte do Rio, a Polícia Civil prendeu seis pessoas acusadas de ligação com Eduíno Eustáquio de Araújo Filho, o Dudu, que tentou invadir a favela da Rocinha na Sexta-Feira Santa. ?Estamos no caminho certo; as operações estão tendo resultado?, disse o delegado Alan Turnowski. Em quatro dias de operações, pelo menos 28 pessoas foram detidas pela polícia. O Disque-Denúncia bateu hoje o recorde de chamadas num só dia, ultrapassando 500 chamadas.A Rocinha viveu uma dia sem conflitos, mas os moradores estão na expectativa do que pode ocorrer se Dudu não for preso. Pelo quinto dia consecutivo, funcionários da Secretaria Estadual de Direitos Humanos e da Ouvidoria de Polícia Civil estiveram na favela para ouvir reclamações de moradores. O objetivo do trabalho é checar todas as denúncias de abuso cometidas pelos policiais. ?Estamos ouvindo não só moradores como também policiais. O que a gente mais escuta é que a população quer que a PM continue na favela?, disse o subsecretário de Direitos Humanos, Paulo Bahia.

Agencia Estado,

19 de abril de 2004 | 19h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.