Presos mantêm 29 reféns em Penitenciária de Valparaíso

Os detentos da Penitenciária de Valparaíso, no interior de São Paulo, mantêm 29 agentes como reféns dentro do pavilhão 2 desde as 11 horas desta quarta-feira, 10. Não há informações sobre feridos. O motim foi iniciado após alguns presos tentarem fugir alegando que estavam passando mal. Por volta das 14 horas, os detentos negociavam a libertação dos reféns com a direção da unidade e com o coordenador de unidades prisionais da região oeste, José Reinaldo da Silva, mas ainda não haviam apresentado reivindicações, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária. A unidade tem capacidade para 792 pessoas, mas abriga atualmente 1.761.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.