Presos mantêm 58 pessoas reféns em Salvador

Cento e cinquenta presos estão rebelados desde ontem na Penitenciária Lemos de Brito, em Salvador, na Bahia. Pelo menos 58 pessoas estão sendo mantidas como reféns pelos amotinados, sendo 52 parentes dos detentos, entre crianças e adultos, e seis seguranças. Um agente que tem problemas de saúde foi libertado pelos rebelados no final da noite passada e as negociações acabaram sendo suspensas. Segundo a Secretaria de Justiça, os 150 presos ocupam o pavilhão dois e reivindicam melhor assistência médica, alimentação e agilização nos processos. Segundo a Globo News, os amotinados querem ainda a volta de quatro detentos que foram transferidos na última sexta-feira para Feira de Santana, a 108 quilômetros de Salvador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.