Presos mantêm sete reféns em penitenciária paulista

Os detentos da Penitenciária de Junqueirópolis, a 638 quilômetros de São Paulo, rebelados desde as 10 horas deste domingo, 29, ainda mantêm sete de 17 funcionários reféns. Durante todo o dia, parte dos reféns foram libertados. Ao meio-dia, os detentos liberaram cinco dos reféns e, por volta das 13 horas, outros cinco. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), os 87 visitantes que permaneciam dentro do presídio foram liberados por volta das 14 horas. Ninguém ficou ferido. Duas réplicas de revólveres, que estavam em poder dos rebelados, foram entregues por volta das 14 horas. A rebelião começou após uma tentativa de fuga frustrada. O presídio de segurança máxima de Junqueirópolis tem capacidade para 792 detentos, mas abriga atualmente 1.262 presos.Matéria atualizada às 16h15

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.