Presos matam 4 colegas em rebelião em Maceió

Cerca de 448 presos do presídio São Leonardo, na periferia de Maceió, estão rebelados desde o meio-dia. O motim já provocou a morte de quatro detentos provocadas pelos próprios presos, sendo que um deles teve o corpo mutilado e o braço jogado para o pátio externo do São Leonardo.O secretário de Justiça Tutines Airan está reunido com o secretario de Defesa Social, Mário Pedro, negociando com uma comissão de presos o fim da rebelião.O presidio está cercado por policiais do batalhão de operações especiais. A BR-104 foi interditada pela Polícia Rodoviária Federal porque fica em frente ao presídio. Muitos familiares de presos aguardam notícias na parte externa do presídio.Os líderes do motim pedem armas, dois carros forte, armas e celulares. Segundo informações da Secretaria de Justiça, não há reféns.

Agencia Estado,

05 de março de 2001 | 16h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.