Presos não teriam participado de ataque a Fórum de Bangu, diz polícia

Dois homens foram detidos no sábado sob suspeita de terem tentado resgatar bandidos em 31 de outubro

Adriano Barcelos, O Estado de S. Paulo

11 de novembro de 2013 | 12h32

RIO - Dois homens presos no sábado sob suspeita de participação no ataque ao Fórum de Bangu, em 31 de outubro, quando morreram o menino Kayo da Silva Costa, de 8 anos, que passava pelo local, e o policial militar Alexandre Rodrigues Oliveira, não teriam participado dos crimes, segundo a Polícia Civil.

Agentes da Divisão de Homicídios (DH) ouviram os dois suspeitos, Paulo Roberto Pinho Brandão e Marlício Douglas da Silva, mas os depoimentos não apontaram para a participação deles na tentativa criminosa de libertar Vanderlan Ramos da Silva, o Chocolate, e Alexandre Bandeira de Melo, o Piolho, que participavam de uma audiência no Fórum de Bangu.

De acordo com o delegado Renato dos Santos, da 54ª DP, os dois foram presos em Belford Roxo, na comunidade do Guache, e estavam com um fuzil calibre 556, 668 invólucros de cocaína, 36 sacolés de maconha e 23 de crack.

Tudo o que sabemos sobre:
fórumbangu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.