Presos permanecem rebelados em Manaus

Foram retomadas esta manhã as negociações entre autoridades e presos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, rebelados desde sábado. Os detentos mantém cerca de 90 reféns, sendo 12 agentes penitenciários e 80 visitantes. Com as negociações de hoje, uma menina de oito anos foi liberada. Dois presos estão feridos, sendo um deles em estado grave.No domingo, outra rebelião no Complexo Penitenciário do Puraquequara, também na capital amazonense, terminou com sete detentos mortos. Um policial, dois agentes e dois presos ficaram feridos. O motim começou no início da tarde e os 60 presos de um dos pavilhões ficaram cerca de cinco horas rebelados. As informações são da TV Globo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.