Presos PMs acusados de acobertar bando de Beira-Mar

Dois policiais militares, o segundo-tenente Anderson Silva dos Santos e o sargento Celso Cardoso Pacheco, foram presos nesta quinta-feira à noite, sob acusação de proteger traficantes da quadrilha de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar.O secretário de Segurança Pública, Anthony Garotinho, disse que eles participavam de comboios de criminosos para distribuição de drogas, impedindo que fossem parados por blitze montadas pela PM.A Corregedoria-Geral Unificada tem 200 processos envolvendo policiais suspeitos de corrupção. Vinte e quatro foram punidos. Uma fita de vídeo obtida pelo Serviço de Inteligência da PM mostra o tenente conversando com um traficante, identificado como Beto, em uma lanchonete. Eles mencionam o nome do sargento e reclamam que ele está "cheirando (cocaína) demais".Os dois policiais trabalham no Grupo Especial de Polícia do Complexo Penitenciário de Bangu, área onde Beto atua. Além do vídeo, há fitas de áudio que mostram o envolvimento dos PMs com criminosos, segundo Garotinho. Os policiais andavam nos carros dos traficantes. Quando o veículo se aproximava de uma blitz, mostravam a carteira da PM, o que lhes permitia fugir. O secretário acredita que mais policiais estejam envolvidos com o esquema e deverão ser presos em pouco tempo.Veja o especial:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.