Presos policiais flagrados roubando aparelho de som no Paraná

Os soldados da Polícia Militar do Paraná Altenes Pinheiro, de 37 anos, e Adriano Fronza, de 34 anos, foram presos na manhã desta terça-feira, em Curitiba, após terem sido flagrados por uma câmera da Rede Paranaense de Comunicação (RPC), retransmissora da Rede Globo, roubando o aparelho de som de um carro no Centro Histórico. A prisão ocorreu depois que eles se apresentaram no 12º Batalhão da PM. "Esses homens fingiam ser policiais para agirem como bandidos", revoltou-se o secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari. "Eles serão banidos da Polícia Militar para que sirva de exemplo para outros que já pensaram na possibilidade de usar a farda para cometer crimes."A gravação para uma reportagem sobre roubo de aparelhos de som naquele local vinha sendo feita com uma câmera escondida. Durante quatro dias foram flagrados alguns adolescentes que quebravam os vidros dos carros ou arrebentavam as portas para praticar o crime.O que mais surpreendeu foi no dia em que um carro policial passou no local e parou. Os dois policiais desceram e, ao invés de coibirem as práticas, aproveitaram que um carro já estava com a porta aberta e levaram o aparelho que ainda estava no painel. Os donos do carro chegaram logo depois e, apesar do desespero do casal, os policiais fizeram de conta que não sabiam de nada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.