Presos postam fotos no Facebook e agente é afastado no Paraná

Detidos faziam atualizações de perfis, mostravam imagens feitas durante treinos de capoeira e enviavam mensagens 

Julio Cesar Lima , Especial para O Estado

11 de novembro de 2014 | 19h26

CURITIBA - A Casa de Custódia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) foi o cenário de diversas fotos publicadas no Facebook por três presos nos últimos meses. Eles faziam atualizações de perfis e mostravam fotos durante treinos de capoeira e mensagens para outras pessoas. 

As postagens foram descobertas por agente penitenciário, que acabou punido pelo diretor da Casa, Jeferson Walkiu, com sua transferência para outra unidade. Os presos foram punidos e outros dois que também participavam da rede ficaram isentos, pois já estavam em liberdade.

O diretor disse à imprensa que o agente está à disposição do Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen) e terá a sua ação no episódio investigada por ter divulgado as fotos em um grupo no WhatsApp.

A transferência do agente, cujo nome não foi divulgado, revoltou o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), Antony Johnson, que vai pedir a revogação da medida. "Foi uma atitude arbitrária, pois não houve sequer a possibilidade de defesa do agente, que acessou as fotos, e levou o caso para a direção. A justificativa que o diretor deu não pode ser aceita", disse.

As fotos foram descobertas no sábado, 1º, e o celular do preso acabou sendo confiscado. "Nós vamos pedir ao Depen que essa medida contra o agente seja revista, qual a motivação da transferência, e se o pedido não for aceito vamos entrar na Justiça", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
ParanáFacebook

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.