Presos quatro suspeitos de seqüestro de repórter da TV Globo

Quatro integrantes da organização não-governamental (ONG) Iracema Anderson Luiz de Jesus foram presos nesta terça-feira em São Paulo acusados de ter participado do seqüestro do repórter da TV Globo Guilherme Portanova e do auxiliar técnico Alexandre Calado, ocorrido em agosto de 2006.Iracema Vasciaveo, Ivan Raimundi Barbosa e Simone Bergamasco estão detidos na sede Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), na capital paulista. Eles são acusados de ter prestado apoio logístico à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no seqüestro, informa a rádio Jovem Pan. A presa Iracema, advogada, chegou a viajar em um avião do governo de São Paulo para conversar com o líder do PCC, Marcos Herbas Camacho, o Marcola, no Presídio de Presidente Bernardes. A conversa ocorreu durante a série de ataques de criminosos na capital paulista em 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.