Presos que aguardam vagas dentro de micro-ônibus destroem o veículo

Presos que aguardam vagas dentro de micro-ônibus destroem o veículo

Detidos protestam contra a espera por vagas no sistema prisional no Rio Grande do Sul; grupo espera no interior do micro-ônibus desde quarta, 16

Lucas Azevedo, O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2016 | 12h47

PORTO ALEGRE - Desde o início da manhã deste sábado, 19, seis presos que aguardam vaga no sistema prisional gaúcho no interior de um micro-ônibus depredam o veículo. Os detidos estão no estacionamento interno do Palácio da Polícia, na avenida Ipiranga, região central de Porto Alegre. Desde quarta-feira, 16, eles aguardam no interior do automóvel a abertura de vagas no sistema prisional do Rio Grande do Sul.

O Batalhão de Operações Especiais (BOE) está monitorando a movimentação dos presos. Eles já quebraram vidros e acessórios, e retiraram parte do forro dos bancos do micro-ônibus. Eles reclamam por aguardarem as vagas.

No meio da manhã, presos que estão na carceragem do Palácio atearam fogo a objetos. A situação foi contornada, mas até o início da tarde deste sábado o clima era tenso.

A Brigada Militar informou que não agiu para conter o tumulto mais cedo para não acirrar ainda mais os ânimos. O objetivo do Comando é retirar os rebelados do interior do micro-ônibus e levá-los a viaturas de polícia menores.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.