Presos rebelados fazem 5 reféns em Salvador

Cinco agentes penitenciários são mantidos reféns em uma rebelião que começou no final da manhã deste domingo, no Presídio Salvador, no bairro da Mata Escura, periferia da capital baiana. Os presos do pavilhão 2 surpreenderam os agentes no momento da visita. Um dos agentes foi libertado, no início da noite. Dezenas de pessoas que estavam visitando os presos também foram impedidas de sair. Segundo informações da Superintendência de Assuntos Penais (SAP), órgão responsável pelo funcionamento do presídio, os presos vêm trocando os agentes de celas. A estratégia dos presos visa confundir os policiais, que cercaram o presídio e estão prontos para invadir. A SAP já identificou os líderes do motim, que reivindicam o retorno de quatro presos transferidos para o Conjunto Penal de Feira de Santana, a 108 quilômetros de Salvador. No início da noite, o juiz da vara de Execuções Penais, Rilton Góes, tentava pôr fim ao movimento em negociações com os amotinados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.