Presos rebelados libertam um refém em Ribeirão

Cerca de 180 presos do Pavilhão 2 da Penitenciária de Ribeirão Preto iniciaram uma rebelião no final da noite desta quarta-feira. Pelo menos 60 policiais militares cercam o local e tentam negociar a libertação de três agentes penitenciários mantidos reféns. A rebelião começou quando os carcereiros descobriram um túnel que estava sendo cavado pelos presos. Os detentos atearam fogo nos colchões e a polícia revidou lançando bombas de efeito moral dentro do presídio.Há informações de que, na troca de tiros, dois presos ficaram feridos. Um dos três reféns foi solto no início desta madrugada. Na penitenciária, que abriga mais de 700 presos, há três chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC), transferidos de outras penitenciárias do Estado de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.