Presos rebelados mantêm 170 reféns em Minas Gerais

Desde às 17 horas, 265 presos da Cadeia Pública de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, emMinas Gerais, estão mantendo reféns 170 pessoas. Eles aproveitaram o fato de haver poucos policiais na cadeia para iniciar o motim. Os reféns são familiares dos próprios presos que estavam na cadeia durante a visita de Natal.Um total de 120 policiais militares cercou o local e começou a negociar com os rebelados, que estãoexigindo água e luz nas celas, além da transferência dos detentos julgados para uma penitenciária. Um promotor e um juiz foram chamados para participarem das negociações.O Natal também está violento em Belo Horizonte, onde o bebê de 3 meses, Bruno Vinicius Camini, foi baleado nas cotas quando estava numa picape dirigida por um comerciante, de 39 anos, que levou três tiros na cabeça. A criança estava nocolo da mãe. Segundo testemunhas, os três estavam no carro, na região do Barreiro, quando uma pessoa chegou e efetuou os disparos. As informações são da rádio CBN.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.