Presos rebelados mantêm 3 reféns em presídio de Guarulhos

Três agentes penitenciários estavam sendo mantidos reféns até o início da noite desta quarta-feira, 11, por um grupo de presos rebelados no Centro de Detenção Provisório de Guarulhos II, na Grande São Paulo. De acordo com as primeiras informações da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o motim começou por volta das 17 horas após uma briga. Os detentos, que ocupavam um pavilhão do presídio, atearam fogo em colchões. Até as 19 horas não havia confirmação de feridos. A direção da unidade participa das negociações com os rebelados. A Polícia Militar também foi enviada para o local. O CDP II, que fica na Avenida Guinle, em Cumbica, tem capacidade para 768, mas atualmente abriga 1.100 presos.

Agencia Estado,

11 Abril 2007 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.