Presos são queimados em penitenciária da Bahia

Dois presos foram espancados e queimados na noite de ontem numa briga de facções na Penitenciária Lemos de Brito, a maior da Bahia, situada na periferia de Salvador. A direção informou que apesar dos incidentes não houve rebeliãono local. Os dois feridos foram levados para o Hospital Geral do Estado onde permanecem internados. Joilson de Jesus dos Santos de 30 anos recebeu pauladas na cabeça por um grupo de presos, foi queimado com água fervente e plástico derretido num dos ouvidos. O segundo detento agredido foi José Ribeiro dos Santos, de 27 anos. Ele apanhou dos colegas e também teve o corpo queimado, acusado de roubar objetos de outro preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.