Presos se rebelam e mantêm reféns em São Bernardo

Os presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, estão rebelados e mantêm de sete a nove reféns desde as 17 horas deste domingo, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).A rebelião começou após uma tentativa de fuga frustrada. O diretor do presídio estava a caminho do CDP por volta das 18 horas para iniciar as negociações. Segundo a SAP, não há feridos.O CDP de São Bernardo do Campo foi inaugurado em 10 de outubro de 2005 e está superlotado. De acordo com o último levantamento divulgado pela SAP, 1.847 presos ocupam um espaço com capacidade máxima para 768.Essa é a segunda rebelião no Estado de São Paulo neste domingo. Na Penitenciária de Junqueirópolis, a 638 quilômetros da capital, foi iniciada por volta das 10 horas também após uma tentativa de fuga frustrada.A rebelião terminou por volta das 16 horas com a liberação das 87 pessoas que visitavam os detentos e de agentes penitenciários que eram mantidos reféns por cinco detentos que foram transferidos para a Penitenciária 1 de Presidente Venceslau.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.