Presos se rebelam em delegacia de SP

Desde às 3h30 desta madrugada, os presos do 16.º Distrito Policial, de Vila Clementino, na zona sul de São Paulo, estão rebelados e fazem três colegas de celas como reféns. O tumulto começou após uma forte explosão. Os detentos serraram as grades das cinco celas, invadiram o pátio do Distrito e deram início ao motim.Segundo a polícia, no total foram três explosões de dinamites realizadas pelos rebelados junto a um dos muros que separa os pátio interno do externo, da delegacia. O Corpo de Bombeiros teve de ser acionado, pois os rebelados atearam fogo em colchões e lençóis.Agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE), do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) já negociam com os presos dentro do Distrito Policial, que está cercado por policiais militares da 3.ª Companhia do 12.º Batalhão.A delegacia de Vila Clementino possui uma carceragem feita para abrigar, em condições normais, apenas 30 presos, mas, segundo a polícia, há 166 homens superlotando as 5 celas. O delegado plantonista Dalmir de Magalhães também negocia o fim do motim com os rebelados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.