Presos se rebelam em protesto por libertação de estudantes

Os presos do complexo policial de Porto Seguro, no sul da Bahia, estão rebelados há quase 24 horas, mantendo quatro colegas como reféns. Eles resolveram promover o motim na tarde de ontem, ao tomarem conhecimento da libertação dos cinco estudantes brasilienses, acusados de matar o garçom Nélson Simões.Uma comissão de policiais e representantes da Justiça está negociando com os rebelados, que querem o mesmo tratamento dispensado aos estudantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.