Presos se rebelam na cidade de Tietê

Aproveitando que a carcereira Marcelene Damiani dos Santos dormia, os presos da Cadeia Pública de Tietê, na região de Sorocaba, iniciaram uma rebelião na madrugada desta quinta-feira. A carcereira foi mantida refém por 64 detentos, que destruíram as celas, queimaram colchões e móveis do presídio. A rebelião foi controlada pela Tropa de Choque de Sorocaba, que invadiu a cadeia por volta das 15 horas de hoje. Marcelene teve um corte profundo na cabeça. Os presos foram transferidos para o Presídio de Sorocaba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.