Presos sete acusados de fraudar licitações na PB

A Polícia Federal prendeu ontem seis pessoas na Paraíba e uma em São Paulo acusadas de integrar uma quadrilha especializada em fraudar licitações em 35 municípios paraibanos.

, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2011 | 00h00

Segundo o delegado Alexandre Isbarrola, foram apreendidos na Operação Gasparzinho 9 carros de luxo, 2 motocicletas, 20 computadores, documentos e carimbos de prefeituras em um condomínio de João Pessoa.

O delegado calcula que a quadrilha tenha desviado R$ 23 milhões dos cofres públicos em três anos. De acordo com a PF, empresários da área de construção civil utilizavam empresas de fachada para fraudar as licitações. Também utilizavam pessoas fictícias para movimentar valores e registrar bens usados pela quadrilha, principalmente veículos.

Os nomes dos presos não foram revelados pela PF.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.