Presos sete integrantes de quadrilha internacional de drogas

Sete pessoas acusadas de integrar uma quadrilha internacional de drogas foram presas em São Paulo, durante operação do Departamento de Investigações Sobre Narcóticos, no sábado, 26. Seis prisões ocorreram em frente à Santa Casa da Misericórdia, quando parte do grupo negociava 24 quilos de cocaína, e outra em Salto, no interior do Estado. Em frente ao hospital, foram detidos Ivan Roas Portugal, de 33 anos, e os irmãos Ivan Martin Taboada Ramirez, de 34, e Pedro Miguel Taboada Ramires, de 36 anos, todos desempregados e naturais do Peru, além da esteticista Adeilsa Ribeiro de Souza, de 31 anos, o manobrista Josimar Maurício da Silva, de 34 anos, e Maria Elvira Pires Garzon Saavedra, de 47 anos. Maria, que reside em Manaus, no Amazonas, é apontada pelo Denarc como responsável pela conexão entre os brasileiros e os cartéis do Peru. O comerciante Jelvani Correa, de 37 anos, sétimo integrante da quadrilha, foi preso em Salto, na casa de parentes dele. Ele também é acusado de atuar na ligação com os cartéis peruanos. Investigações dão conta de que a droga apreendida no sábado seria levada para a Europa. Segundo o diretor do Denarc, Everardo Tanganelli Júnior, a quadrilha era investigada há seis meses. O caso foi registrado na 1ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Narcóticos (Dise), do Denarc.

Agencia Estado,

26 Fevereiro 2007 | 15h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.