Presos suspeitos de seqüestrar menina em Campinas

Seis suspeitos de seqüestrar uma menina de seis anos em Holambra, interior de São Paulo, foram presos por policiais da Delegacia Anti-Seqüestros (Deas) de Campinas. Outros três identificados continuam desaparecidos. O crime teria sido planejado por dois ex-funcionários do pai da garota e detentos do presídio Ataliba Nogueira que estão em regime semi-aberto. A polícia não recuperou o dinheiro pago pelo resgate, cujo valor não foi divulgado. O seqüestro ocorreu no dia 23 de setembro e a criança foi libertada no último dia 12. Um dos suspeitos e ex-garçom do restaurante, Alexandre Francisco Guerra visitou várias vezes a família alegando preocupação com a menina, mas a polícia suspeita que ele buscava saber qual era a posição dos parentes sobre o pagamento do resgate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.