Presos usam picaretas para fugir de penitenciária em SP

Dois presos usaram picaretas para abrir um buraco na muralha e fugir nesta sexta da Penitenciária II, em Sorocaba. A guarda da penitenciária só percebeu a fuga horas depois.Os detentos Davi Braga, 29 anos, condenado por estupro e roubo, e Marcos Aurélio Fernandes de Campos, 35 anos, que cumpria pena por assalto, tiveram acesso às ferramentas em uma oficina do presídio. Por terem bom comportamento, eles tinham acesso aos setores de laborterapia da unidade. Depois de escaparem pelo buraco, com cerca de 40 centímetros de diâmetro, os presos abandonaram as ferramentas e correram para um matagal. Policiais usaram cães farejadores na perseguição, sem sucesso.A Polícia Militar acredita que os bandidos eram esperados por um comparsa, do lado de fora, e fugiram de carro pela Rodovia Senador José Ermírio de Moraes. A penitenciária, com capacidade para 750 detentos, tem atualmente 1.286 presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.