Divulgação
Divulgação

Presos usam tirolesa para fugir de cadeia em Foz do Iguaçu

Por meio de uma corda amarrada em uma árvore, os detentos conseguiram chegar ao telhado do presídio, de onde escaparam

Julio Cesar Lima, Especial para O Estado

14 Fevereiro 2017 | 22h47

CURITIBA - Três presos da Penitenciária de Foz do Iguaçu, oeste do Paraná, resolveram repetir o mesmo método de fuga que um grupo já utilizara em agosto do ano passado e conseguiram sair do presídio por meio de uma tirolesa. 

Os fugitivos conseguiram chegar até o telhado e escaparem pelo local. Segundo os agentes penitenciários, outros três detentos ficaram entalados em um duto de ventilação da galeria. Há a suspeita de que uma pessoa do lado de fora da penitenciária tenha auxiliado na fuga. 

As investigações indicam que uma pessoa amarrou uma corda em uma árvore em um terreno vizinho e jogou a outra ponta para dentro da penitenciária.

Até o final da tarde nenhum dos fugitivos havia sido encontrados.  Em setembro do ano passado, outros três presos já haviam fugido da mesma forma, ao amarrarem uma corda em uma das guaritas.

 

Mais conteúdo sobre:
CURITIBAParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.