Previsão de mais chuvas preocupa Campos do Jordão

A Defesa Civil de Campos do Jordão passou o dia monitorando os nove bairros da cidade onde há risco iminente de deslizamentos. Segundo a Defesa Civil, se voltar a chover forte no município, a situação deve se agravar ainda mais. ?Ontem choveu 54 milímetros e isso significa muito?, afirmou o chefe da Defesa Civil Elias Vidal França.Segundo ele, o volume de chuva é alto, já que os morros estão encharcados com as chuvas freqüentes da última semana. Atéhoje a tarde, vinte famílias foram retiradas de suas casas e transferidas para um ginásio municipal.Técnicos do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo) vistoriaram 150 casas que podem desabar aqualquer momento. Os serviços de limpeza de galerias e desvio de curso da água estão sendo realizados para proteger asconstruções nos morros. Nas mil casas construídas em áreas de risco moram cerca de cinco mil pessoas. A situação também se agravou em Aparecida. A chuva causou transtornos principalmente no bairro São Francisco onde umacratera de 8 metros de profundidade foi aberta por uma forte erosão. A rua foi interditada e quinze pessoas retiradas de suascasas. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, estas famílias foram levadas para apartamentos, alugados pelaadministração pública. A prefeitura conseguiu uma verba de 128 mil reais que será usada para solucionar o problema da erosão.Na cidade de Guaratinguetá o nível do Rio Paraíba subiu e alagou casas do Jardim Primavera. Uma casa desabou e outra foiinterditada pela Defesa Civil. Em São Francisco Xavier, onde houve queda de barreiras nas estradas rurais, a situação ontem já estava controlada. De acordo com a Defesa Civil de São José dos Campos, responsável por São Francisco Xavier, não há mais estradas com acessointerditado.

Agencia Estado,

27 de fevereiro de 2004 | 20h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.