Previsão é de chuva para São Paulo, mas calor continua

Há 14 dias sem chuva, o sol forte e o ar seco começam a dar trégua aos paulistanos nesta quarta-feira, 16. A previsão é de chuva no final da tarde, na capital, devido à aproximação de uma massa de ar frio que está sobre o Sul do País. A temperatura máxima, que ontem chegou aos 30,7 graus, a mais alta do inverno, deve ser de 28 graus. No Rio, a temperatura máxima, que também bateu recorde chegando aos 36,6 graus, deve ser de 37 graus.A umidade do ar continua baixa nas duas cidades, mas a aproximação da frente fria vai amenizar a situação. Em São Paulo, a nebulosidade aumenta nesta quarta-feira, 16, e há previsão de chuva fraca, de acordo com a meteorologista Patrícia Madeira, da Climatempo. De acordo com Patrícia, essas chuvas fracas devem continuar até a próxima segunda-feira, 21. Mesmo assim, as temperaturas continuarão altas para o inverno, porém menores que as dos últimos dias. "A umidade vai aumentar de 30% para cerca de 50%, diminuindo a poluição, mas as temperaturas não vão baixar muito, ficando em torno dos 26 graus".Nas regiões norte e centro-oeste do Estado, que inclui a região de Ribeirão Preto, a previsão é de muito calor e de chuva apenas no sábado.Na cidade do Rio de Janeiro, a temperatura só vai diminuir a partir de sexta, quando a nebulosidade vai aumentar, diminuindo o calor. "Chuva mesmo só no sábado e no domingo, principalmente à tarde", disse o meteorologista André Madeira, da Climatempo. O sol aparece forte nesta quarta e, à tarde, faz calor com a máxima chegando aos 37 graus. As nuvens aumentam ao longo do dia, mas não chove.Atualizada às 17h18

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.