PRF apreende 180 quilos de palmito em Pindamonhangaba

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 180 quilos de palmito juçara in natura nesta segunda-feira, 25, na Rodovia Presidente Dutra, em Pindamonhangaba, a 140 quilômetros de São Paulo. O flagrante aconteceu por volta das 5 horas quando um veículo, ocupado por cinco homens, passava pelo km 87 da rodovia.De acordo com os policiais, o veículo passou pela praça de pedágio de Moreira César e despertou estranheza nos cobradores, que ligaram para a polícia. Quando os acusados avistaram os policiais tentaram fugir com o carro, mas foram interceptados. Mesmo assim, três dos cinco homens fugiram pelo matagal da rodovia. Outros dois foram presos e seus nomes não foram revelados pela polícia. Os dois acusados contaram aos policiais que tinhamacabado de retirar o palmito clandestinamente da Serra da Mantiqueira e que venderiam todo o produto para pizzarias e restaurantes das cidades de Aparecida e Guaratinguetá. Elesforam indiciados por crime ambiental e recolhidos ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Taubaté. Ainda segundo a polícia eles têm antecedentes criminais e já respondem por crime ambiental. Explorado de forma intensa e ilegal há 30 anos, estetipo de palmito, juçara, é considerado em extinção e uma árvore desta espécie demora sete anos para crescer. Na região do Vale do Paraíba a espécie nativa juçara é amplamente explorada nas serras do Mar e da Mantiqueira. Só neste ano foram apreendidas cerca de 2.500 unidades de palmito na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.