PRF apreende 21,5 toneladas de maconha no Paraná

É a maior apreensão da droga feita em uma única vez no Brasil; droga seguia para São Paulo

Evandro Fadel, de O Estado de S. Paulo

08 de julho de 2010 | 10h49

 

 

CURITIBA - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 21,5 toneladas de maconha, na manhã desta quinta-feira, 8, na BR-277, a 615 quilômetros de Curitiba, em Santa Terezinha de Itaipu, no oeste do Paraná. De acordo com a assessoria de Comunicação da PRF, em Curitiba, esta foi a maior apreensão da droga feita em uma única vez no Brasil. É um volume pouco inferior às 23 toneladas apreendidas pela PRF no Paraná nos seis primeiros meses do ano e às 22,4 toneladas em todo o ano passado.

 

A droga estava na carroceria de uma carreta que deveria transportar chapas de compensado naval. No entanto, os blocos de madeira eram ocos para permitir que os pacotes de maconha fossem escondidos. O motorista, de 37 anos, foi preso e encaminhado à Polícia Federal em Foz do Iguaçu. Ele disse que pegou a carga em Foz para transportar até São Paulo e afirmou desconhecer que a droga estava escondida.

 

O caminhão foi parado em uma operação de rotina no posto da PRF, mas chamou a atenção o valor baixo declarado na nota fiscal. Após arrebentar cintas metálicas colocadas em torno das caixas de madeira, com o auxílio de tesoura hidráulica, os policiais descobriram a droga. Suspeita-se que ela é proveniente do Paraguai. A maconha foi levada ao depósito da Polícia Federal e, posteriormente, deve ser incinerada.

 

Texto atualizado às 14h35.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.