PRF aprova indicativo de greve

Após negociações frustradas com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, representantes dos Policiais Rodoviários Federais (PRFs) ameaçaram, ontem, iniciar greve. Os sindicatos de Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul já aprovaram indicativo para 14 de fevereiro. "Meu sentimento é que vai haver um movimento forte de paralisação total depois do carnaval", disse o presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, Gilson da Silva. Embora ainda não tenha realizado assembléia, o sindicato de São Paulo apóia o movimento. "Depois do carnaval, é paralisação total ou movimento ?multa zero?", afirmou o presidente da entidade, Luiz Pereira. Em 79 anos de existência, a PRF nunca entrou em greve. A categoria reivindica contratação de 10 mil novos policiais, reestruturação de carreira e equiparação salarial com a Polícia Federal.

Vitor Hugo Brandalise, O Estadao de S.Paulo

01 de fevereiro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.