PRF registra quase 1,5 mil acidentes em nove estados e no DF durante feriado

No estado de São Paulo foram registrados neste ano 1.248 acidentes, 34 mortos e 663 feridos nas estradas estaduais neste ano; índice de acidentes caiu 11% neste feriado em comparação ao ano passado

estadão.com.br,

03 Novembro 2010 | 14h49

SÃO PAULO - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em nove estados e no Distrito Federal (DF) registrou um total de 1.462 acidentes entre os dias 29 (sexta-feira) e 2 (ontem), período em que a fiscalização foi intensificada por causa do feriado prolongado de Finados. O número de feridos em Sergipe, no Pará, em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul, em Minas Gerais, em Alagoas, na Bahia, no Paraná, na Paraíba e no DF chegou a 867, enquanto que o de mortes totalizou 72, com exceção do Pará, onde não houve óbitos.

 

Destes estados, o Paraná lidera na quantidade de acidentes com 283, 23,04% a mais do que no ano passado. Os números de feridos e mortos em Minas Gerais, 221 e 23 respectivamente, ultrapassam os dos outros oito estados e do Distrito Federal.

 

São Paulo. Em números absolutos foram registrados neste ano 1.248 acidentes, 34 mortos e 663 feridos nas estradas estaduais paulistas neste ano. O índice de acidentes caiu 11% neste feriado de Finados em comparação ao feriado do ano passado. Segundo a Secretaria Estadual dos Transportes, em 2009, foram 1.068 acidentes nas estradas estaduais, com 45 mortos e 666 feridos.

 

Neste feriado houve intensificação na fiscalização de motoristas alcoolizados, de velocidade e na fiscalização de motocicletas. Foram aplicadas 17.128 multas por diversas infrações de trânsito em todo o Estado. Setenta e três pessoas foram flagradas dirigindo bêbadas e 30,8 kg de drogas foram apreendidos. No total, foram apreendidos 903 veículos, 309 carteiras de habilitação e 2.534 documentos de veículos por irregularidades.

 

Segundo a Secretaria estadual dos Transportes, o índice de acidentes (IA) do último feriado foi de 1,0, contra 1,1 em 2009. O índice de vítimas fatais, nos 22 mil km de estradas estaduais, caiu de 4,7 para 2,7 de uma operação para outra, uma queda de 42,4%. O índice de feridos também diminuiu de 69,8 para 53,0 no mesmo período, uma redução de 24,2%.

 

O índice de acidentes é calculado levando-se em consideração, além dos dados absolutos, a extensão das rodovias, o volume diário médio de veículos (VDM) nas estradas e o período analisado.

 

COM INFORMAÇÕES DA CENTRAL DE NOTÍCIAS E AGÊNCIA BRASIL

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.